Tripoli fala sobre suposto comércio ilegal de cães em Santos (SP)

(Brasília, 15 de março de 2012) – Vice-Líder do PSDB na Câmara, o deputado federal Ricardo Tripoli (SP) contatou nesta quinta-feira o Serviço de Vigilância Agropecuária (SVA) no Porto de Santos, órgão fiscalizador do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

O motivo do contato foram denúncias recebidas pelo parlamentar paulista por eleitores da cidade costeira. Segundo relatos, o porto de Santos, maior terminal marítimo da América Latina, seria cenário de um tipo de comércio ilegal.

CRUELDADE NO PORTO

Com navios do mundo todo atracados, ambulantes estariam aproveitando para ganhar dinheiro oferecendo animais como mercadorias. Cachorros estariam sendo vendidos para navios coreanos, que têm o hábito de consumir a carne desses animais.

Ao tomar conhecimento, o deputado Tripoli imediatamente contatou a Coordenadoria de Proteção à Vida Animal da Secretaria de Meio Ambiente de Santos, que depende de indícios ou provas de que tal fato possa estar ocorrendo.

O parlamentar paulista também acionou o SVA, vinculado ao Ministério da Agricultura. O órgão federal declarou que a situação é improvável, já que o código de segurança internacional para entrada e trânsito em zona portuária é extremamente rigoroso.

Tripoli adiantou que seguirá acompanhando as denúncias. “Essa não é a primeira vez que surge fato envolvendo cães que estariam sendo entregues a titulo oneroso, clandestinamente, para navios coreanos, no Porto de Santos. Estou a par dos acontecimentos e manterei a população informada”, reforçou.

O deputado afirmou que se a entrada se der por meio escuso, a atribuição de apuração e entrada no navio seria da Polícia Federal, que constatando a presença animais, a serem transportados ilegalmente, poderia acionar o SVA e seus veterinários para as providências de rotina.

Para saber mais, assista ao vídeo:

Fonte: Assessoria do deputado.

5 Responses to “Tripoli fala sobre suposto comércio ilegal de cães em Santos (SP)”

  1. Claudia Nordi disse:

    Boa noite, nobre deputado !
    Conheço e acompanho o seu trabalho e sei da seriedade dele, por isso venho aqui para denunciar mais um caso absurdo, que está tendo GRANDE REPERCUSSÃO E INDIGNAÇÃO no facebook.
    Trata-se de um caso de violência absurda contra uma cadela vira-latas, prenha, indefesa, que foi espancada pelo dano até a morte.
    As fotos estão no facebook, as pessoas estão muito indignadas e revoltadas, O fato ocorreu em uma cidade do RS e precisamos da imprensa para que o caso ganhe força, pois as fotos comprovam que se trata de um caso muito chocante. Nada aconteceu contra o agressor até o momento. Hoje haverá uma manifestação em frente à casa do agressor e da força dos meios de comunicações, pois nós, que amamos os animais, não aguentamos mais tanta violência contra esses pobres seres que não tem voz. Obrigada
    http://www.facebook.com/events/373103536045243/
    http://www.facebook.com/photo.php?fbid=365065413525090&set=a.169851903046443.35081.100000649037558&type=1&theater

  2. REalmente é um absurdo o que vem ocorrendo, e pelo visto nao é de hoje…Há mujito tempo isso ocorre. Se ha comercio, é por ue ha clientes e acima de tudo, ha gente passando necessidades e até mesmo fome, devido a desemprego, etc… O que é feito pelo Prefeito Governo do Estado de Sao Paulo nesse sentido? O povo tem uqe cobrar, denunciar e acima de tudo COBRAR DOS GOVERNANTES, pois quando háeleiçoes tudo se promete e depois pouco se faz. COBREM DO(S) SEU(S) CANDIDATO(S)

  3. Dulci disse:

    Bom dia Deputado,

    Aprecio muito seu trabalho, que se sobressai nesse período tão negativo de nossa história política. Pessoas como o senhor me faz acreditar na fraca luzinha lá no fundo do túnel. Sou mais uma defensora dos animais pedindo uma voz por eles, espero que investigue a fundo essa história, pois se ficar esperando pela SVA sabemos que vai dar em nada. Muito obrigada.

  4. Marcelo Petito disse:

    Parabéns Deputado …estou com você.
    Parabéns pela atitude.

  5. emanuelle disse:

    mossa que mal trato

Deixe um comentário